Senador de MS está na Rússia para tentar liberdade a um brasileiro

Após mais de 16 horas de voo, o senador Nelsinho Trad (PSD) desembarcou nesta terça-feira em Moscou, na Rússia, com diferença do fuso horário de mais de 7 horas adiantadas em relação ao Brasil. 

Presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, o senador foi designado pelo presidente Jair Bolsonaro a entregar uma carta ao vice-ministro Sergey Ryabokvo. O compromisso está previsto para o periodo da manhã desta quarta-feira. “Robson não fala russo, não fala inglês, jamais pensou que isso aconteceria (ele levou um medicamento com proibição de uso na Rússia para atender seu ex-patrão o jogador Fernando, na época jogava para Spartak Moscou). Toda hora lembro do assunto, é injusto”, destacou o senador. 

Segundo o Itamaraty, o brasileiro Robson Oliveira está preso há mais de 580 dias. Ele viajava com duas caixas do remédio Mytedom 100mg (cloridato de metadona) e não tinha conhecimento de que o medicamento é proibido na Rússia. A prisão dele gerou comoção no país. 

Após essa agenda, o senador Nelsinho Trad terá reunião com o presidente da Comissão de Assuntos Internacionais do Conselho da Federação, senador Konstantin Kosachyov. No dia seguinte, antes do embarque de volta, vai conversar também com o coordenador do Grupo Parlamentar de Amizade Brasil-Rússia da Duma de Estado, com o deputado Maksim Shchabylykin.

No fim da tarde de sexta, ele retornará ao Brasil.  “Sou cristão e peço a Deus que me ilumine e que esse homem possa voltar ao Brasil”, comentou o senador Nelsinho Trad. 

diarioms

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 + 20 =