Secretário de Saúde de MS pede precaução após novo vírus ser encontrado na Bolívia

Vírus Chapare foi identificado no país vizinho e é responsável por febres hemorrágicas

Cientistas encontraram evidências na Bolívia de transmissão entre humanos do vírus raro Chapare, que é responsável por febres hemorrágicas, com sintomas que se parecem com a dengue e a ebola. A informação ainda é muito recente, mas o secretário estadual de saúde Geraldo Resende afirma que é preciso ter cuidado, devido à proximidade da Bolívia com Mato Grosso do Sul.

“Se for na Bolívia mesmo, temos que ter precaução [com o vírus]”, disse o titular da SES (Secretaria de Estado de Saúde). As informações ainda são muito recentes, já que a notícia sobre o novo vírus foi divulgado pela comunidade científica há menos de 24 horas, após estudos dos CDC (Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos).

doença rara já havia matado quatro pessoas entre 2003 e 2019, porém, com a possibilidade de transmissão entre humanos, o risco de propagação aumenta. O vírus pode causar febres hemorrágicas, com sintomas parecidos com dengue e ebola, como febre, dor de cabeça, vômito, diarreia, dores nas articulações, erupções cutâneas e sangramentos nas gengivas – e pode levar à morte.

Acredita-se que o vírus seja proveniente de roedores e tenha sido transmitido a humanos por contato direto ou indireto com a saliva, urina e fezes de animais infectados. Com relação à transmissão entre humanos, a infecção pode acontecer por contato com os fluidos corporais do paciente ou durante procedimentos em ambientes de saúde. Pesquisas ainda devem ser feitas para entender como o vírus se espalha e causa doenças.

midiamax

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − 8 =