Mineração em MS se expande com estimativa de 500 mil toneladas de minério de ferro

Mineração é forte na região que tem Corumbá como município-polo e a vizinha Ladário passa a fazer parte do mapa do setor

mineração em Mato Grosso do Sul dará uma passo significativo até dezembro deste ano, com a produção de mais 500 mil toneladas de minério de ferro. O trabalho vem sendo feito pela MPP (Mineração Pirâmide e Participações), que há seis meses está sendo implementado com a exploração das reservas minerais do Morro do Rabicho, em Ladário, cidade vizinha a Corumbá. A empresa busca incentivos fiscais do Estado e pleito vem sendo analisado pela Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

Este ano tem sido marcado pela movimentação do setor mineral, que normalmente trabalha com muitos recursos, impostos, mas tem como característica a geração de poucos empregos em todo o mundo. A MPP foi criada há 15 anos e se fortaleceu com a entrada de expertises do setor. Na sequência, houve uma reformulação ao projeto inicial.

A MPP projeta, ainda, comercializar 1,2 milhão de toneladas de minério de ferro e expandir seus negócios com o manganês em 2023, mirando também o mercado interno. Quanto aos empregos, 90% da mão de obra são da região – que corresponde a 100 colaboradores, entre diretos e indiretos.

Der acordo com Jaime Verruck, titular da Semagro, “as jazidas do Maciço do Urucum, a terceira maior reserva de ferro e a primeira de manganês do Brasil, de alto teor de minério, fazem com que estes minerais sul-mato-grossenses tenha uma participação importante em um mercado regional e internacional, com a participação do Paraguai, Argentina, Uruguai e agora com este novo mercado que é a Europa”.

Verruck disse, ainda, que os obstáculos à expansão da produção do Estado estão relacionados aos estrangulamentos em infraestrutura, precisamente quanto à Ferrovia Malha Oeste, que está parada, e a manutenção da BR-262. “O Governo do Estado já está conversando com o Ministério dos Transportes para solucionar este gargalo”, destacou Verru8ck.

Setor de mineração exporta minério de ferro para a Europa

Dados da Semagro dão conta que as exportações do minério de ferro vêm sendo feitas pelo porto da Granel Química, em Ladário, onde a movimentação diuturna de máquinas e caminhões é intensa, com destino à Europa. Os carregamentos estão sendo acelerados para aproveitar o nível navegável do Rio Paraguai (2,48m, em 1/6) previsto para até o mês de setembro.

Dois comboios de barcaças transportam 60 mil toneladas mensalmente em direção aos terminais argentinos e uruguaios, onde é feito o translado. Segundo Patrick Paneco, CEO e um dos novos sócios da companhia, a MPP explora uma mina com volume de produção mineral de alto teor (65%) e qualidade por algumas décadas (entre 20 e 25 anos), com excelente aceitação no cobiçado mercado. As operações na planta de beneficiamento foram iniciadas em fevereiro.

midiamax

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + 1 =