Manifestantes impedem acesso de ambulância e bebê morre na aldeia – Web MS

Manifestantes impedem acesso de ambulância e bebê morre na aldeia

Ambulância do Sesai foi impedida de entrar na Aldeia por causa do bloqueio

Um menino de apenas 1 ano e oito meses morreu antes da chegada do socorro na noite de ontem (1), na Aldeia Bororó, em Dourados. De acordo com o boletim de ocorrência, registrado na Delegacia de Polícia Civil, o motorista da ambulância da Sesai (Secretaria Especial de Saúde Indígena) foi impedido de entrar na aldeia, pois o acesso da MS-156 (que liga Dourados-Itaporã) foi trancado pelos indígenas que protestam por transporte universitário.

O impasse fez com que o socorro chegasse mais tarde juntamente com o Corpo de Bombeiros, mas o bebê já estava morto. A mãe relatou no boletim de ocorrência, que a criança passou mal o dia inteiro, com diarréia, vômito e febre. Chegou até ir ao posto de saúde, porém a noite começou a sentir falta de ar, foi então que ela acionou a ambulância.

Após a morte do bebê o corpo foi levado pelos indígenas até o bloqueio, para que a funerária de plantão o transportasse até o IML (Instituto Médico Legal) de Dourados

douradosagora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *