Justiça do RJ determina que Netflix retire do ar especial de Natal do Porta dos Fundos

Decisão liminar é provisória

Alvo de polêmicas e críticas, principalmente por parte dos cristãos, o filme ‘Especial de Natal de Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo’ deve ser retirado do ar, conforme determinação do desembargador Benedicto Abicair, da 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

Em decisão liminar provisória, o magistrado determinou que a produtora Porta dos Fundos e a Netflix retirem o filme do ar para acalmar os ânimos.

“Por todo o exposto, se me aparenta, portanto, mais adequado e benéfico, não só para a comunidade cristã, mas para a sociedade brasileira, majoritariamente cristã, até que se julgue o mérito do Agravo, recorrer-se à cautela, para acalmar ânimos, pelo que concedo a liminar na forma requerida”, escreveu na decisão.

De acordo com o site G1, a decisão atende um pedido feito pela Associação Centro Dom Bosco de Fé e Cultura e já teria sido negada em primeira instância e durante o plantão judiciário.

Até o momento a Netflix não se manifesto em relação a decisão

midiamax

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze + 13 =